quarta-feira, 1 de março de 2017

BOEING YC-14

Na metade da década de 70, a USAF estava em busca de um avião de transporte médio, para substituir o C-130 Hercules da Lockheed, porém a jato e com características STOL. Foram feitos vários estudos utilizando-se o controle da camada limite, Flapes soprados e aerofólios de perfil supercrítico idealizados por Richard Whitcomb. A McDoneell Douglas idealizou um modelo, o YC-15, com asa alta e com a descarga dos motores soprando diretamente sobre os flapes que acabou sendo a configuração também adotada pela Boeing. O modelo da Boeing foi batizado como Boeing Model 953, YC-14. Um dos problemas logo identificados foi a circulação de ar da parte de baixo da asa para a parte de cima quando o YC-14 voava em baixas velocidades e outro foi o tamanho da deriva que teve que ser aumentada para que se tivesse um maior controle da aeronave em baixas velocidades. Na URSS, a Antonov construiu inicialmente o An-72 e posteriormente o An-74 com a mesma configuração, sendo que ambos entraram em produção seriada, já o YC-14 da Boeing e o YC-15 da McDoneell, não passaram da fase de protótipos, fazendo com que até os dias de hoje o C-130 Hercules seja o avião de transporte médio da USAF.

Nenhum comentário:

Postar um comentário